A Erradicação da Cultura dos Povos Indígenas.

//A Erradicação da Cultura dos Povos Indígenas.

A delegação da Argentina, representada pelo aluno Gabriel Gurgel, do 1º serie do Ensino Médio , afirmou que na Austrália as pessoas sacrificavam indígenas para colocá-los como troféus.

A delegação da Austrália, representada pelo aluna, Ingrid Cassote,  afirma que já tomou e está tomando providências para incluir os indígenas na sociedade, e que irá sugerir todas as melhoras ao governo e afirmou que devem preservar a cultura, as tradições e os povos que ainda restam.

A delegação dos Direitos Humanos, representada pelo aluna, Yasmin Oliveira, do 1º serie do Ensino Médio, afirmou que 12 igrejas foram queimadas por indígenas chilenos que estão em seu  suposto território.

A delegação do Conselho Sul Americano Indígena, representada pelo aluno, Bernardo Ayub,  do 1º serie do Ensino Médio, afirma que não estavam lá para apontar os erros do passado e sim para resolvê-los.

A delegação do Canadá, representada pelo aluna Amanda Gonçalves, afirma que existem áreas destinadas aos indígenas que estavam sendo vendidas e desmatadas, e isso piora a situação deles.

Já a delegada do Chile, representada pelo aluna Evelyn Ramos, afirmou que essas terras só estavam sendo vendidas para o crescimento econômico da região, pois tem uma economia bem baixa.

A delegação da CISA, Bernardo Ayub, afirmou que nunca devemos forçar nenhum indígena a nada.

O delegado dos Estados Unidos da América, Marcos Bruno Batista, disse que os Índios Tibetanos assinaram o acordo com a China, por pressão.

A delegação do Canadá, Amanda, afirmou que em alguns de seus estados os índios têm os mesmos direitos e são tratados da mesma forma.

A delegação da Austrália, Ingrid Cassote, afirma que não está pedindo ajuda financeira e sim de reconhecimento, para mostrar a todos que eles são pessoas normais.

 

Maria Eduarda Maximiano – 7º ano do Ensino Fundamental II.

2018-09-13T12:49:42+00:00