Educação 4.0: o que devemos esperar

//Educação 4.0: o que devemos esperar

A Educação 4.0 surge para responder às necessidades da Indústria 4.0 ou quarta revolução industrial, em que as múltiplas linguagens tecnológicas, pensamento computacional, a Internet das Coisas, a Inteligência Artificial, os robôs e outras tecnologias se unem para otimizar os mais diversos processos da indústria.

O termo está ligado à revolução tecnológica e contempla o Learning By Doing, que traduzindo para o português é “aprender por meio da experimentação, projetos, vivências e mão na massa”. Esse conceito traz a ideia de que todos nós, principalmente quem está na escola hoje, vamos aprender coisas diferentes de maneiras diferentes.

Não existe um modelo pronto para aplicar e todos podemos (e devemos) contribuir, quebrando velhos paradigmas de anos impostos em uma educação descontextualizada, pautada em transmissão de conhecimento e ambientes pouco propícios ao processo de aprendizagem. Para muitos educadores ligados ao tema, o modelo pautado na cultura maker – do faça você mesmo – é um dos caminhos.

As tecnologias devem revolucionar a educação do mesmo modo que revolucionaram a sociedade e nossas vidas cotidianas. Com isso, não são apenas ferramentas, mas igualmente agentes de transformação. “O aluno passa a ser ouvido e é parte atuante dos processos educacionais”, diz. “Ele sai da passividade e aprende a virar ator. Neste sentido tem que ser ouvido e compreendido desde o início”.

Não dá mais para esperar que somente as escolas façam algo, é necessário que educadores e especialistas discutam esse modelo, além de promover a criação de novos espaços e oportunidades para esse novo formato de aprendizagem.

Centro Educacional Século: uma escola 4.0 no meio da Amazônia

O Centro Educacional Século foi idealizado para pensar em uma educação que explora novos modelos, buscando soluções com uso de tecnologia e diversos materiais estruturados ou não. Defende uma aprendizagem baseada no concreto, compartilhando trabalhos e experiências, respeitando o ambiente e promovendo interação social. É necessário integrar tecnologia ao currículo, expandir seu potencial e promover a relação com as áreas de conhecimento.

O currículo do sucesso passa a atuar com metodologias ativas, ao operar com projetos, investigação, resoluções de problemas, produções de narrativas digitais e desenvolvimento de atividades maker, transformando as ferramentas digitais em linguagem, colocando o aluno no centro da sua aprendizagem.

Essa imersão em educação e tecnologia deixa claro que é possível realizar uma educação regrada em criatividade e inventividade, usando vários recursos e contando com um ambiente baseado em experimentação com o aluno no centro do processo de aprendizagem. Estrutura é importante, mas é fundamental que venham acompanhados de práticas pedagógicas que possibilitam vivências significativas, respeitando docentes e alunos.

Diferenciais do Centro Educacional Século:

  • Cultura Maker, com Lego Education

  • Pensamento Computacional

  • Ensino por Projetos

  • Ensino híbrido, com plataforma digital Geekie One e apostilas físicas Poliedro

  • Escola de Referência Google, com uso de Google For Education

  • Escola Agroecológica

  • Escola de Música

  • Escola de Artes

  • Escola de Esportes

  • Currículo americano (High School e Middle School), parceira da University of Missouri

Convidamos você a conhecer mais dessa estrutura educacional, acessando as Revistas do Século, que resumem todo o trabalho pedagógico que está proposto na Educação 4.0.

Ou então, agende uma visita em nossa unidade para conhecer de perto a estratégia educacional que trazemos, de olho no futuro dos alunos para terem um projeto de vida.

Tweets

2019-06-04T15:20:30+00:00