ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O ESTUDO EM CASA

//ORIENTAÇÕES GERAIS PARA O ESTUDO EM CASA
ensino a distância

Uma aula na qual contamos com alta participação da turma exige preparação cuidadosa. É recompensador quando vemos as estratégias idealizadas para o momento da aula dando certo e gerando aprendizagem. No atual momento, estamos fazendo a transição de um modelo amplamente conhecido pelos alunos para um modo novo de ensinar e aprender. O papel da família ganha nesse processo uma importância ainda maior.

Em sala de aula, com os alunos próximos, conseguimos interpretar mais facilmente o que está causando distração, o que está chamando a atenção e quais são as oportunidades mais interessantes para gerar um aprendizado significativo.

Ao mudar do espaço físico para o virtual, não podemos apenas nos conectar com os estudantes e seguir com o mesmo planejamento. Precisamos repensar as estratégias pedagógicas para que o aprendizado continue significativo e com alto engajamento da turma. Com isso em mente, apresentamos algumas diretrizes do trabalho de mediação do processo de aprendizagem a distância que passaremos a utilizar.

Ensino a distância requer mudanças na dinâmica das aulas

Realizar aulas on-line longas e expositivas, em que estudantes consigam dialogar com professores e colegas, exige muita concentração e pode se tornar bastante cansativo, prejudicando o engajamento e a aprendizagem. Para tirar melhor proveito de aulas on-line, é importante aumentar a carga de atividades – como rotinas de pensamento, estudo individual ou quizzes – realizadas sem a necessidade de conectar estudantes e professores o tempo todo e, se possível, redimensionar o tempo das aulas.

No Século, nosso planejamento passa pela estratégia de intercalar as aulas de cada componente curricular com um momento individual, em que os estudantes realizarão atividades com base em materiais de referência indicados previamente pelo professor. Adotaremos a estratégia de utilizar a opção de atividades ou de compartilhamento de materiais das plataformas Geekie One, Poliedro e Árvore de Livros. Nesse contexto, o professor tem um tempo menor de interação direta com os estudantes, mais tempo para a preparação de materiais e evidências para melhor aproveitar o tempo conjunto.

Na primeira semana, selecionaremos algumas aulas para serem síncronas e outras para serem assíncronas, de modo intercalado numa grade horária redimensionada para acomodar os tempos obrigatórios numa jornada escolar mais enxuta. Os professores que terão aulas síncronas se preparam para estar on-line, e os(as) professores(as) com aulas assíncronas preparam atividades e materiais para serem encaminhados via Geekie One ou Poliedro. Na semana seguinte, haverá a inversão.

Produção individual: Para que os momentos de aula sejam mais bem aproveitados, é fundamental combinar com os estudantes o que é esperado das horas de estudo individual. Com base nas orientações do professor, os estudantes devem se preparar para cada aula on-line por meio de leituras, pesquisas, anotações e realização das atividades agendadas.

Controle de presença: A frequência é indispensável porque servirá de registro para questões legais e para constatar a aplicação das aulas. Existem algumas formas de constatar a presença dos(as) estudantes:

  1. a) pelo chat do Hangouts Meet, pedir que os estudantes mandem uma mensagem como “presente”;
  2. b) pelo relatório do Hangouts Meet das pessoas que estiveram on-line;
  3. c) pelas atividades que gerem registros da participação dos estudantes.

Relação de combinados próprios para as interações virtuais

Estamos aqui entregando para a comunidade escolar uma relação de combinados sobre boas práticas para a participação nas aulas on-line; no curso das atividades, apresentaremos os regulamentos que conversam com o não cumprimento desses alinhamentos.

Vamos aos nossos combinados:

  1. Assim como na sala de aula presencial, não utilizar dispositivos que não sejam pertinentes nem realizar outras atividades em paralelo.
  2. Reforçar a honestidade na execução de atividades.
  3. Procurar usar sempre fones de ouvido, para evitar efeitos de microfonia.
  4. Deixar o microfone no “mudo” enquanto o professor ou outros participantes falam.
  5. Manter a webcam ligada para aumentar o senso de pertencimento e o engajamento, mas, em caso de dificuldades de conexão, mantê-la desligada poderá ser necessário.
  6. Mandar dúvidas e demais conteúdos durante a aula pelo chat da videochamada.
  7. Não retirar participantes da chamada ao longo da aula sem a autorização do professor.
  8. Não colocar o microfone dos participantes no “mudo” em momentos de interação.
  9. Pedir a colaboração de outras pessoas da casa para não interromper os momentos de aprendizagem.

O sucesso das aulas exige um bom planejamento e alinhamento de atividades síncronas e assíncronas

No processo de aprendizagem a distância, é muito importante identificar as atividades mais adequadas para cada momento e entender como aproveitar os recursos digitais. Colocar em prática a sala de aula invertida é uma boa opção. Primeiro, porque ela é composta por momentos síncronos e assíncronos; segundo, porque é uma metodologia ativa de aprendizagem amplamente utilizada no nosso dia a dia.

Os momentos assíncronos são as interações que acontecem fora do período das videochamadas, em que os(as) alunos(as) estudam e se engajam nas atividades de forma independente.

O período síncrono consiste nos momentos e nas interações que ocorrem durante as videochamadas, via Hangouts Meet, através do microfone, da webcam e do chat.

Com o objetivo de facilitar a criação de uma rotina, centralizaremos o envio dos materiais a serem utilizados nas aulas, levando os estudantes a buscarem os conteúdos compartilhados pelos professores sempre no mesmo lugar, sem necessidade de questionarem onde encontrar esses recursos.

Antes das aulas, os professores selecionarão conteúdos e os enviarão pela área de Materiais, no Geekie One e no Google Classroom, com orientações para a turma estudá-los com antecedência. Depois desse estudo feito pelos estudantes, os momentos síncronos podem ter um melhor aproveitamento quando:

  1. São retomados os pontos principais esperados e o objetivo das atividades individuais.
  2. São apresentados padrões da turma e esclarecimentos gerais.
  3. São retomados os principais pontos de dúvidas e dificuldades.

Como exemplo, após o envio de uma Atividade Geekie One, com as questões alternativas, o professor terá estatísticas do que os estudantes dominam e dos pontos de dúvida. Com esses dados, o docente pode preparar a aula para retomar os pontos de dúvida e, dentre as questões dissertativas, encontrar padrões de resposta e ressaltar aquelas que mais chamaram atenção. Essa estratégia ajuda a aumentar o engajamento e a qualidade das entregas, uma vez que as produções são compartilhadas com toda a turma.

 

Coleta de feedbacks: Ao final das aulas, reservaremos um tempo para que a turma opine sobre o que acharam do momento virtual, o que funcionou e o que poderia ser melhor; assim, as próximas aulas podem se tornar melhores e mais relevantes. Uma forma de coletar esses feedbacks é utilizando um formulário padrão e anexar como Material de um capítulo.

O envio de materiais prévios da aula estimula a autonomia e o comprometimento dos(as) estudantes, que podem utilizar os materiais na ordem que quiserem e no ritmo adequado para cada um, fazendo anotações e podendo sanar dúvidas com outras pesquisas. Para que isso aconteça, os professores:

  1. Serão claros quanto aos objetivos de aprendizagem a serem alcançados em cada etapa.
  2. Disponibilizarão orientações claras do que é esperado antes, durante e até após o encontro via Hangouts Meet (estabeleceremos uma lista especificando o que é o mínimo necessário, o que é muito bom e o que seria ótimo, ou além do esperado).
  3. Estabelecerão, para a turma, prazos claros de entrega de cada atividade.
  4. Fornecerão materiais de suporte para que, autonomamente, os estudantes consigam desenvolver o esperado. Exemplos: videoaulas, links, reportagens, podcasts, artigos ou outros materiais que podem ser enviados para toda a turma ou para um grupo específico de estudantes.

O momento assíncrono ocorre durante o estudo individual. Ele proporciona o engajamento de estudantes e a produção de evidências que tornam a aprendizagem visível a partir de atividades e trabalhos. Estes podem utilizar diferentes recursos digitais – como blogs, vídeos, quizzes, formulários e ferramentas para montagem de mapas mentais – e as Atividades das plataformas, mesclando questões objetivas e dissertativas.

Para incentivar a autonomia, os professores criarão um documento on-line único (no Google Docs) e compartilharão com a turma para que as dúvidas sejam inseridas pelos estudantes, de forma assíncrona, e também respondidas pelos demais colegas como sugestão. Assim, de forma colaborativa, estudantes vão construindo respostas e soluções para as dúvidas, que serão lidas e esclarecidas no encontro via Hangouts Meet.

O Papel Primordial da Família

No Século, os alunos já conhecem sua rotina: o que precisam para as aulas; quais são os espaços de estudo e seus materiais; quem faz parte de seu círculo social; como e quando tirar dúvidas com os professores. Para o ensino a distância, os estudantes vão precisar criar novos referenciais, novas formas de comunicação e rotinas de estudo com a ajuda das famílias e da escola.

O apoio da família é fundamental para ajudar os estudantes em uma adaptação ao ensino a distância. Para algumas crianças e alguns jovens, pode ser uma mudança tranquila, enquanto outros vão sentir mais dificuldade. De qualquer forma, a família ajuda no suporte emocional e a criar uma nova rotina de estudo. Além disso, os pais ou responsáveis podem utilizar o relatório semanal das plataformas Geekie One, Poliedro ou Árvore de Livros para ter visibilidade sobre o processo, ajudar o filho a se organizar e estudar, em conjunto, os pontos de dificuldade.

Apoio a estudantes para estabelecerem uma rotina de estudos

Fora do ambiente escolar, estudantes têm um desafio e ao mesmo tempo uma oportunidade no desenvolvimento de sua disciplina e autonomia. Para isso, precisam:

  1. Acompanhar os recados dos professores e da instituição nos canais de comunicação oficiais indicados pela escola.
  2. Organizar seu ambiente de estudo em casa.
  3. Planejar sua rotina de estudo.
  4. Acompanhar as aulas com os materiais necessários.

Papéis no Ensino a Distância

Escola Professor Estudante Famílias
Estabelecer uma comunicação constante com os envolvidos para garantir alinhamento e evitar ruídos. Rever o planejamento das aulas e pensar na melhor forma de aproveitar os momentos síncronos e assíncronos. Acompanhar os canais de comunicação com a escola. Estar atento e atualizado é essencial para o processo fluir e se manter em dia. Organizar um ambiente de estudo adequado, em que as crianças ou os jovens se sintam confortáveis e se concentrem nos estudos.
Reavaliar a dinâmica das aulas: tempo síncrono e assíncrono, grade horária e as possíveis implicações nos combinados com os professores. Estabelecer uma comunicação frequente e clara com os estudantes.  Deixar bem especificado o objetivo de cada atividade, o esperado de cada entrega, como pedir ajuda e prazos. Procurar um local adequado para os estudos e evitar distrações. Estabelecer combinados para as rotinas de estudo de acordo com o que foi definido com a escola.
Promover espaços de troca e desenvolvimento entre os professores. Eles também precisam de apoio e suporte nesse momento de mudanças. Acompanhar o engajamento dos estudantes e tente apoiá-los com atividades e materiais diversificados. Estabelecer uma rotina de estudo e metas do que você quer fazer no dia e na semana. Conversar com frequência sobre os estudos do seu(sua) filho(a), demonstrando interesse.
Escolher as ferramentas que serão utilizadas e garantir suporte técnico para professores e alunos. Fornecer materiais de apoio para que os estudantes possam trabalhar de modo independente. Avaliar constantemente o que está sendo efetivo e o que precisa mudar na sua nova rotina. Ajudar a intercalar diferentes atividades no dia: de estudo, nas mídias sociais, e também de exercícios físicos ou outras atividades que ajudem a relaxar a mente.
Diversificar suas estratégias de ensino. Seja criativo e reflita sobre o papel do professor em ambientes virtuais. Pensar em como melhor aproveitar os momentos síncronos e assíncronos. Conversar sobre o dia a dia das pessoas da família para reforçar as interações sociais na presença uns dos outros.
Compartilhar boas práticas com seus colegas. Buscar suporte e ajuda de colegas, professores e da família.

Atenciosamente,

A Direção

Centro Educacional Século.

Conheça o Século!
2020-04-07T15:58:52+00:00